No Caos a Melodia (2012​-​2015)

by Signo XIII

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
04:59
2.
03:33
3.
05:00
4.
05:14
5.
03:56
6.
02:36
7.
03:27
8.
9.
04:03
10.
04:57
11.
03:42
12.
03:58
13.

about

RELEASE Dark Tropic Rec´s

"SIGNO XIII - No Caos a Melodia (2012-2015)
Signo XIII Post punk DF, uma das principais e mais influentes bandas brasileiras de post-punk, tornou-se inicialmente conhecida pelo trabalho do multi-instrumentista Felipe Rodríguez ( Os Gatunos, Under the Ruins, Luiza Fria, Vultos e Monomotor Estéreo). Os dois primeiros Eps contaram com o empenho do músico em gravar praticamente sozinho cada instrumento. A genialidade e singularidade do atual quarteto podem ser apreciadas na nova compilação da Dark Tropic Records & Distro. Do Caos à Melodia reúne músicas dos três Ep's (El Verdugo y La Vendetta, Espectros de Ferro e Fata Morgana) e busca resgatar o trilogia desta banda que está em atividade desde 2012."

www.youtube.com/watch?v=OHf2qIlmHYs

Lançamento digital, em breve, cópias físicas limitadas.
darktropicmusic.bandcamp.com/…/no-caos-a-melodia-20…

#punk #alternativerock #darknoise #goth #postpunk #Brazil
#signoxiii #DTR #DIY

credits

released April 2, 2016

Dark Tropic Rec´s
Concepção gráfica: Felipe Rodríguez
Capa: Goya - The colossus
2016

tags

license

all rights reserved

about

Signo XIII DF, Brazil

Desde 2012 fazendo barulho escuro...
Since 2012 playing dark noise...



Felipe Rodríguez: Guitarra e Voz
Douglas Almeida: Baixo
Romulo Araújo: Bateria
Romário Carvalho: Guitarra
... more

contact / help

Contact Signo XIII

Streaming and
Download help

Track Name: Verdugo
VERDUGO
Cavando,
arrastando seu maldito corpo
pesado, suspenso
guilhotinas afiadas o encaram.

Descansa em teu inferno,
seu grito desesperado,
não encontrara´nenhuma resposta,
sonhos agora são castelos de areia.

Corra / Fuja / Corra / Fuja
Teus erros não deixam você dormir,
Não se perca de vista, não vá desistir

Me diz quem te suporta,
além de seus calcanhares,
tua morte não custa nada,
o beijo piedoso foi de graça.

Felipe Rodríguez
Track Name: Sem Limites
SEM LIMITES
Alguém quebrou a porta e não sei por onde entrar
existem setas que te levam a lugar nenhum lugar
há um alvo e insisto em errar
notícias tristes, por isso demorei pra te falar

Por ser acidente,assisto seu acerto
dia atípico, enfim decidiu fazer direito
cai a noite e o distinto é mesmice
chega uma hora em que tudo vira uma chatice

Tirando fotos do escuro
correndo em direção ao muro
aqui é onde não paz
e a promessa se desfaz
uma nova chance vai chegar todo dia de manhã

Felipe Rodríguez.2012
Track Name: Raphael
RAPHAEL
Qualquer dia, queria lhe dizer,
tenho pensado em você,
crescemos sob esses prédios,
tentando enxergar o céu,
compartilhamos nossos erros e
não achamos soluções.

De repente, já não sentíamos,
necessidade de fugir,
Encaramos nossos medos,
decidimos conseguir,
envelhecemos tão depressa,
não percebemos a mudança.

Nos falamos cada vez menos,
num compasso que mal entendemos,
Abraços e risos interrompidos, em nossas casas escondidos.
Track Name: Cléo
Andei perdido essas noites,
sabendo onde estavam as saidas
escolhi o risco do seu jogo
o seu azar é minha sorte.

O delirio constante desses dias
voce é fuga que não escapo
as passagens são só de ida
mesmo perdido em voce me acho

Prefiro o perigo do seu sorriso
não preciso duvidar, eu confio.
Prefiro o perigo de seu sorriso
O seu risco que me manteve aqui.
Track Name: Ferrugem
FERRUGEM

Semblantes que gangrenam trilhos
Estação cinza de sorrisos amarelos
Na vitrine a face pétrea de um sonho perdido
Nas ruas os manequins correm depressa

Indiferente
Mais seco que o tempo

Engrenagens trabalham, as almas sufocam
Alamedas de pedra se estendem por toda cidade
Um tic tac inconstante nos aproxima
O vazio dos olhos, A distância entre nós

O reflexo vai se multiplicar
Mesmo sem saber direito quem tú és

Cidade
Cansaço
Secura
Ocaso

Esquinas
Segredos
Esquadros
Espelhos

Concreto
Fumaça
A nuvem
Que passa

Ponteiros
A pressa
Catracas
Promessas

Felipe Rodríguez - 2011
Track Name: Belvedere
Belvedere
O que mantém o bater das asas
dos homens que moram no céu?
além da íris sem fugir dos olhos,
segredam o desejo de pecarem também

A gota que bate e pefura, mira somente o coração
Na vertigem cair é preciso será que alguém lhe daria a mão

Todos nós sabemos desenhar
até aprender a escrever
quando crianças, sonhamos gigante
a inocência nos fez crescer
Track Name: Zona Industrial
ZONA INDUSTRIAL

Máquinas pesadas,
motores humanos, Gestos iguais
folha de ponto assinada (engrenagens)
o operário está pronto (Máquinas)
8 horas pensando no dia seguinte (Autômato)
enquanto a roda dentada destrói seus sentimentos

"Os escombros mostram as estruturas
corroídas na demolição
elas dificilmente seriam vistas do lado externo"

Excepcionalmente hoje seu intervalo foi suspenso (Inventário)
pedido, entrega (confere estoque)
Endereçar malotes (exame demissional)
a impressora despeja mais pedidos (defeito)
mais horas extras (depois passa no RH)
a eterna espera do 5° dia útil

"Era ele que erguia casas
onde antes só havia chão,
como um pássaro sem asas
ele subia com as casas que lhe brotavam da mão"

Queda de energia e pane no sistema (refaz o serviço)
o cafezinho acabou (amigo oculto)
nome e coração sujo (prestação, juros , dívidas)
conduções entupidas (cheque fantasma)
suor , chuva , frio (Suor... suor ... SUOR...)
uma nova manhã vai chegar
e logo é hora de ir trabalhar.

máquinas, robô ,
fundo de garantia, entulho ,
atestado médico, justa causa.
Felipe rodríguez - 2009
Track Name: Tempo Rival
TEMPO RIVAL

Pensativo ante os números,
se deu conta que nem tudo se pode calcular
na multidão não são os únicos,
que mesmo equivocados
teimam em continuar.

Tão certo quanto o novo erro,
justificando enganos que ainda não
cometeram,
tão certo como o acaso, o tempo
tem a arma e você está de joelhos.

A descrição
do horóscopo no mês passado
continua fazendo sentido até hoje,
A previsão do tempo
pra amanhã
é igual a do dia anterior.

(Felipe Rodríguez)
Track Name: Miragem
MIRAGEM

Vejo corpos ao mar tentando alcançar o sol
pontos no horizonte que nunca mais serão vistos
imagens milenares repleta de mistérios insondáveis
o fim de tarde lança sua teia
enquanto as interrogações dançam


A carcaça daqueles que foram atrás de soluções
sós encontraram a tempestade
abismos virgens que ninguém ousou desbravar
O sopro na areia que vasculha nossos sonhos

Dançam
Dançam
Track Name: Propaganda
PROPAGANDA

A madrugada avança e a aposta aumenta
Não há chances na cidade
Um grito que vem do escuro
O vício te rende

As mentiras nos jornais
Na Tv os mesmos truques
Colecionamos objetos que não usamos
A propaganda te engana

Em silêncio , a lei permite
Esse blefe eu já conheço
Distorcida informação
Ou apenas o retorno da mesma desilusão

Alguém dizendo que o errador é o certo
E quem diz 'Eu te amo' te odeia mais
Infelizmente desconfie da bondade
A propaganda te engana
Track Name: Valentina
VALENTINA

Até agora não acredito no que você deixou escrito no espelho do banheiro,
janelas quebradas, peças intimas espalhadas
nosso museu da noite anterior.

Em cada canto um resquício doente de sua (saudável ausência)
Mas, nas marcas em nossos corpos (continuamos presentes)

Cenas vermelhas de um crime impune,
o pecado veste cetim,
Descemos...
Descemos.... cada vez mais
reféns por espontânea vontade.

Tenho uma bala em meu revolver
Mas o que eu quero é ganhar o seu coração
(é ganhar o seu amor)
Track Name: No caos a melodia (Balaio 2013)
No caos a melodia

Não é preciso mais que duas notas pra fazer alguém chorar
Meia dúzia de palavras tortas é capaz de te fazer chorar
O mísero motivo que te dei é suficiente para me culpar
A queda de sua mascara é mais do que se possa imaginar

A melodia de pouco acorde acorda , grita , faz sangrar
A rotina do cotidiano todo dia tenta te enforcar
O velho sábio que formava mestres hoje é uma criança prestes a falar
Fantoches com vontade pópria trabalham , votam , querem amar

Eu queria ver algo a mais
Que passado em seu futuro
Eu queria acreditar